10 de maio de 2009

Bolo de Laranja

Meninas olha que delicia ficou bem fofo, rsrsrs pelo menos foi o que achamos aqui em casa, fiz esse bolo de laranja com casca através de uma das muitas receitas do blog Umbigo no fogão, gente visitem ele, que lá tem coisas maravilhosas, como cozinhar é uma das coisas que também adoro quando der vou postar aqui pra dividir com vocês.


5 comentários:

Marico disse...

Oi Claudia!
O seu bolo parece delicioso.
Estou visitando o seu blog e
tbm queria agradecer o elogio.

bjs

SANDRA CROCHE disse...

Oi,amiga!!
Muitassssssssssss saudades!
Bjs......Sandra Coatti

Adriana disse...

Oi Cacau , obrigada por me acompanhar , passarei a te seguir tbm , lindo seus trabalhos parabéns.
Esse bolo é uma delicia , sempre que vou almoçar na sogra eu o levo, é sucesso garantido para o cafezinho da tarde.
Beijos.

Dani Rollemberg & Rosa Benvenga disse...

Oi Cacau,

ficamos felizes por você ter gostado do bolo.
Obrigada pelo carinho e pela visita.
Beijinhos,

Dani Rollemberg & Rosa
www.umbigonofogao.com

Carla disse...

Ah, conheço essa receita de bolo de laranja com casca. Fica delicioso! A casca dá mais gostinho de laranja e mais cor. Depois de comer um assim, a gente fica se perguntando como pôde achar, em algum tempo, que se consegue fazer um bolo de laranja convincente sem a bendita casca! hahahahaha! Quando eu o fazia, também colocava-lhe uma calda de chocolate e, por cima, raspinhas da casca de laranja. Nossa...! Fica ótimo!

Sua sobrinha Giovanna (que nome lindo! Assim, certinho do italiano, com dois "n" e tudo!) é uma sortuda! A blusa está linda e você escolheu belamente a cor que, sem dúvidas, ressalta qualquer cor de pele. Além do seu talento com as agulhas de tricô, também gostei de ver que a Kátia (não a conheço, mas fiquei tentada a visitá-la) se dispôs a responder suas perguntas e ajudar. É tão bom ver gente assim, boa, pronta a ajudar.

Enfim, suas postagens me foram muito benéficas. Deixaram-me com água na boca, maravilhada pela beleza do seu trabalho com agulhas e mais crente na bondade humana. Poxa! Quer coisa melhor?